Catorze anos de prisão para responsáveis por fraudes telefónicas

llamada-fraude

Quatro pessoas que lideravam um grupo chinês responsável por esquemas fraudulentos levados a cabo por telefone, no valor de 32,2 milhões de yuan, foram ontem condenados com penas até 14 anos de prisão.

Segundo a imprensa local, os burlões – dois dos quais são administradores de empresas de propriedade intellectual – geriam um grupo de 140 pessoas, a maioria seus funcionários, que contactavam aleatoriamente pessoas para dizer que tinham ganhado prémios numa lotaria. O esquema arrancou em Abril de 2015 e os “prémios” oferecidos eram joelharia barata ou coleções de notas e moedas de baixo preço.

Aos “vencedores” era dito que deviam pagar um imposto e deixar uma caução, assim como os custos de envio, que excediam o valor dos prémios.

Os quatro tinham sido detidos no início do ano. Dois foram condenados a 14 anos e a 13 anos e seis meses de prisão, e multados em dois milhões de yuan, segundo o jornal Shanghai Daily. Os outros dois foram multados em 300.000 yuan e condenados a penas de prisão de 10 e 11 anos.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s