Japão poderá abrir as portas a mão-de-obra não qualificada

japan-businessmen_3158843b

Um comité do Governo do Japão começou ontem a estudar a possibilidade de permitir a entrada no país de mão-de-obra estrangeira não qualificada para fazer frente à rigidez do seu mercado laboral.

O sistema em análise passaria por abrir a porta a trabalhadores de sectores específicos, mediante acordos de colaboração económica com os países de origem, um método que o Japão utilizou para trazer enfermeiros de países como as Filipinas, de acordo com a informação veiculada pelo jornal Nikkei.

Actualmente, a maioria dos trabalhadores estrangeiros do Japão, país onde menos de 2 por cento da população é imigrante, entrou em território nipónico como mão-de-obra altamente qualificada ou em programas de formação técnica.

Este comité recém-formado vai analisar a entrada de trabalhadores de fora do Japão com um sistema de quotas em sectores em que há grande escassez de mão-de-obra, como a construção civil e a enfermagem, onde chegam a registar-se três vezes mais ofertas de trabalho do que candidatos a empregos.

Está também a ser analisada a redução de barreiras noutros sectores em que o mercado laboral nipónico mostra rigidez, como o comércio a retalho, agricultura ou educação pré-escolar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s