Parque de materiais e oficinas do Metro Ligeira vai custar mais mil milhões

macau_lrt_train

O Governo vai pagar 1,07 mil milhões de patacas à empresa Companhia de Engenharia e Construção da China (Macau) para a construção da Superestrutura do Parque de Materiais e Oficina do Metro Ligeiro. O montante foi revelado ontem no Boletim Oficial da RAEM, sendo que o montante vai ser pago em diferentes tranches até 2019.

O Parque de Materiais e Oficinas regista atrasos significativos devido a um diferendo entre o Governo e o consórcio constituído pelas empresas Top Builders e Mei Cheong, que venceu o primeiro concurso público para a obra.

Também ontem foi publicado no Boletim Oficial o contrato entre a Companhia de Engenharia e Construção da China (Macau) e o Governo para a construção do Edifício Multifuncional do Governo nos Aterros de Pac On. Este acordo tem um valor de 278 milhões de patacas e prolonga-se até 2018.

Anteriormente a Companhia de Engenharia e Construção da China (Macau) esteve envolvidas em outras obras como a construção das novas instalações das oficinas navais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s