Seul recusa ajuda para que Kim não fique com os louros

As autoridades sul-coreanas não vão mesmo enviar qualquer tipo de ajuda humanitária para a Coreia do Norte, reiterou no fim-de-semana o governo de Seul. A Coreia do Sul teme que o envio de alimentos fosse utilizado por Pyongyang para reforçar o seu poder dentro de portas.

1-coreia-do-norte

A Coreia do Sul reiterou no fim-de-semana que não tenciona enviar ajuda para a Coreia do Norte, onde pelo menos 138 pessoas morreram desde o início do mês devido ao mau tempo. Seul diz que não enviará ajuda para evitar que Kim Jong-un reclame o mérito por qualquer assistência.

Na quarta-feira da semana passada, a Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) pediu 15,5 milhões em ajuda de emergência para ajudar os norte-coreanos, na sequência daquele que é para Pyongyang “o pior desastre” desde a Segunda Guerra Mundial.

As agências humanitárias alertaram para um “desastre secundário”, caso o país não receba assistência internacional.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) afirmou que as doenças e a subnutrição estão a aumentar. Os serviços de saúde informaram que estão a receber duas vezes mais crianças do que antes das intempéries.

Pelo menos 138 pessoas morreram e cerca de 400 estão desaparecidas, depois de chuvas torrenciais terem desencadeado enormes inundações, que devastaram várias localidades no nordeste do país, afirmaram, em meados do corrente mês, as Nações Unidas.

De acordo com a ONU, 140 mil pessoas precisam de assistência. A FICV afirmou que perto de 70 mil continuam desalojadas, depois de dezenas de milhares de habitações terem sido danificadas ou destruídas.

Se Seul fornecesse qualquer tipo de ajuda, “Kim Jong-un reclamaria todo o crédito indevido”, disse Jeong Joon-hee, porta-voz do ministério da Unificação sul-coreano, aos jornalistas: “Nestas circunstâncias, não posso deixar de considerar que qualquer ajuda externa seria em vão”, afirmou depois de uma pergunta sobre se Seul ia responder aos apelos de ajuda.

Apesar do apelo da ONU, a comunidade internacional tem-se mostrado indiferente, acrescentou.

No início da semana, o ministério rejeitou um pedido de Organizações Não-Governamentais para contactar norte-coreanos e debater uma possível ajuda. Os contactos não-autorizados são proibidos e podem implicar penas de prisão: “Enquanto o Norte afirma ter sofrido o pior desastre de sempre (desde a Segunda Guerra Mundial), Kim Jong-un mostra-se muito sorridente num centro de testes de motores de foguetões”, disse Jeong na quarta-feira.

Na terça-feira passada, o regime norte-coreano, que possui armamento nuclear, congratulou-se pelo “êxito do teste” de um novo e mais potente motor de foguetão. Seul considerou que esta acção uma demonstração dos progressos militares norte-coreanos para desenvolver a capacidade de atingir a costa leste (Atlântico) dos Estados Unidos.

Na quinta-feira, a Cruz Vermelha norte-coreana criticou a “campanha de difamação” do Sul, depois de alguns ‘media’ sul-coreanos terem referido o crescente descontentamento entre a população norte-coreana, alegadamente obrigada a trabalhar na reconstrução das zonas atingidas pelas inundações: “A prática universal, com base na mais elementar ética humana, é consolar as vítimas e prestar ajuda as zonas atingidas quando inundações e outros desastres acontecem”, disse.

“Mas o grupo de Park prefere uma difamação infundamentada, ao invés de expressar apoio pelo sofrimento dos seus compatriotas”, afirmou, numa referência à presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye.

O Sul fornecia regularmente alimentos ao Norte empobrecido antes da eleição do governo conservador em 2008. As duas Coreias continuam tecnicamente em guerra, uma vez que o conflito de 1950-53 terminou com a assinatura de um armistício e não de um tratado de paz.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s