Operação Trovoada detecta 824 crimes e detém 471 detidos

A acção conjunta desenvolvida com as autoridades de Hong Kong e Cantão levou igualmente à apreensão de aproximadamente 5,3 milhões de patacas e várias gramas de diferentes tipos de estupefacientes.

1-trovoada

João Santos Filipe

As polícias de Macau detectaram a prática de 824 crimes e realizaram a detenção de 471 pessoas durante a operação Trovoada 16, que decorreu entre 22 de Julho e 21 de Setembro, em conjunto com as autoridades de Hong Kong e  da vizinha província de Cantão. Os resultado foram anunciados durante uma conferência de imprensa em que esteve presente o adjunto do Comandante-Geral dos Serviços de Polícia Unitários, João Augusto da Rosa.

Apesar da Operação Trovoada 16 ter tido uma duração inferior à operação do ano anterior, que teve o nome de Operação Trovoada 15, João Augusto da Rosa realçou que os casos resolvidos foram “mais ou menos os mesmos”.

A duração da operação foi também a razão avançada para que neste ano tivessem sido envolvidos menos agentes nas acções de fiscalização realizadas em relação a 2015.

Entre os delitos praticados, aqueles que registaram mais casos foram os crimes de usura, com um total de 118 casos, seguido por desobediência, com 66, reentrada ilegal no território, com 65 e ofensas simples à integridade física, com 64 casos.

“Nota-se que os crimes direccionados ao sequestro têm uma diminuição em relação ao ano passado. A maior parte dos crimes de usura aconteceram dentro dos casinos por isso este tipo de criminalidade não tem influencia na segurança da sociedade”, explicou Vong Chin Hong, Chefe do Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária.

No total o número de envolvidos em todos os casos foi de 1085, sendo que nem todos foram detidos ou entregues ao Ministério Público. Os casos entregues ao MP foram apenas de 471, sendo que a maior parte dos indivíduos ficaram sujeitos às medidas de coacção de termo de identidade e residência, 234 pessoas, e proibição de entrada em casinos, que foi aplicada para 152 sujeitos. Os indivíduos que foram sujeitos a prisão preventiva foi de 24.

Como resultado da operação foram expulsos 967 pessoas de Macau, sendo que a maior parte deveu-se a “crimes diversos”. Destes casos, 67 sujeitos foram repatriados devido a imigração ilegal.

Além disso, a Operação Trovoada 16 resultou na apreensão de 121,08 gramas de ketamina, 107,53 grama de metanfetamina, 100,85 da droga conhecida como “chá com leite” e 36,35 gramas de cocaína, entre outros tipos de drogas.

As autoridades apreenderam também aproximadamente 5,3 milhões de patacas, em diferentes divisas como patacas, dólares de Hong Kong, dólares norte-americanos, yuans e euros.

Durante a Operação Trovoada 16 foram realizadas 760 acções de fiscalização que envolveram 7755 agentes policiais.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s