Selecção de hóquei no gelo de Macau ganha experiência em Hong Kong

Depois de ter levado de vencida, no ano passado, o terceiro escalão do torneio internacional amador de Hong Kong, a formação da RAEM conseguiu ainda melhor: apurou-se para disputar o segundo escalão, onde acabaria por perder ambos os jogos. A participação foi, mesmo assim, “positiva”, na opinião dos responsáveis pelo fomento da modalidade no território.

1-hockey

Rodrigo de Matos

A selecção de hóquei no gelo de Macau participou este fim-de-semana no Torneio Amador por Convite de Hóquei no Gelo de Hong Kong, onde o máximo que conseguiu foi vencer um encontro, frente a uma equipa da Mongólia. O feito valeu-lhe, ainda assim, o apuramento para disputar a Divisão de Prata do torneio. Com uma equipa renovada, cheia de estreantes de tenra idade, a formação da RAEM regressa satisfeita da vizinha Região Administrativa Especial.

O torneio disputou-se em grupos de três equipas, com Macau – vencedor no ano passado da Divisão Bauhinia, o terceiro e último escalão da prova –  a competir integrado no Grupo C, onde se encontravam também as formações UB Capitals (Mongólia) e Mitsubishi Corporation (Japão): “Fizemos questão de mandar para esta competição os nossos atletas mais novos e inexperientes, de forma a dar-lhes justamente essa experiência competitiva que eles não tinham”, explica John Ng, secretário da Associação Geral de Desportos sobre o Gelo de Macau, em declarações ao PONTO FINAL, fazendo um balanço “positivo” da participação no torneio.

No ringue de hóquei no gelo de Kowloon Bay, os jogadores de Macau entraram com o patim direito na sexta-feira, e derrotaram por 2-1 os mongóis da UB Capitals: “Ficámos muito contentes por começar logo com essa vitória. Foi muito motivador para encarar o resto do torneio. Os jogadores deram o que tinham e jogaram com alegria e, mesmo perdendo os restantes três encontros, saímos dessa competição satisfeitos com a nossa prestação”, afirma Ng.

 

Três derrotas e o adeus ao torneio

 

No dia seguinte ao triunfo sobre os mongóis, o adversário foi a equipa japonesa da Mitsubishi Corporation, que participava no torneio pela primeira vez e que, apesar de ter empatado no jogo de estreia (1-1) contra a mesma equipa que Macau havia derrotado, acabaria por bater a formação da RAEM, por 6-0. A vitória sobre a selecção local serviu de motivação aos nipónicos para vencerem todos os restantes encontros e garantirem a vitória na Divisão de Ouro. Valeu a Macau o triunfo no primeiro jogo para segurar o segundo lugar do grupo e se apurar para a Divisão de Prata, onde acabaria por perder os dois encontros disputados, frente às equipas dos Sub-20 de Taiwan (7-2) e do Hama Club, do Japão (5-3).

“Os resultados dos jogos era para nós, de facto, o menos importante em termos de balanço final. Todos viemos contentes com a experiência, que nos vai servir de incentivo para continuar a desenvolver a modalidade em Macau”, conclui o responsável da Associação Geral de Desportos sobre o Gelo de Macau.

A equipa da RAEM irá continuar a participar em torneios com outras formações do exterior, sendo o próximo já em Outubro, em Macau, com equipas convidadas de Hong Kong e da China Continental.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s