Tráfico humano adquire em Macau uma dimensão muito particular, diz Juliana Devoy

0-juliana

A directora do Centro Bom Pastor, Juliana Devoy, considerou ontem que os casinos do território são “um íman” que atrai o tráfico humano. A religiosa considera que é necessária uma maior sensibilização para combater o problema, noticiou a Rádio Macau. Pelo segundo ano consecutivo, o MGM acolheu uma conferência em que se discutiu o tráfico humano, um problema que em Macau adquire uma dimensão muito particular: “A situação de Macau é única por causa dos casinos, que são um íman para o tráfico sexual. Não podemos evitar que aconteça, mas podemos ajudar”, considera a directora do Centro Bom Pastor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s