Europeu de Fórmula 3: Günther impede Stroll de vencer tudo em Nurburgring

A Prema-Theodore Racing, equipa com ligações à Sociedade de Jogos de Macau, está a um ponto do título após uma “passeata” no circuito alemão de Nurburgring. A jogar em casa, Maximilian Günther liderou a última corrida desde a largada até à bandeirada final, assegurando a sua quarta vitória da temporada e mantendo-se na corrida pelo título, atrás do companheiro de equipa Lance Stroll.

1-formula3nurburgring

O canadiano Lance Stroll, da Prema-Theodore, manteve a liderança isolada no Campeonato Europeu de Fórmula 3, com um fim-de-semana quase imaculado no autódromo alemão de Nurburgring. Stroll ganhou tudo menos a última corrida, prova que terminou em segundo lugar, logo atrás do companheiro de equipa Maximilian Günther.

Aliás, a Prema terminou com “dobradinhas” nas três corridas, já que Günther havia ficado em segundo, atrás de Stroll, nas duas primeiras provas do fim-de-semana. Na última corrida, o piloto alemão liderou da pole position até à bandeira de xadrez e fechou assim o fim-de-semana com a sua quarta vitória esta época.

O finlandês Niko Kari (Motopark) fechou o último pódio em Nurburgring, ao beneficiar de uma largada em grande, em que ganhou duas posições para ocupar a terceira, que segurou até ao final, chegando mesmo a ameaçar o segundo lugar de Stroll, que acabou apenas 0,942 segundos à sua frente.

Com dois Grandes Prémios – Imola e Hockenheim – para o fim da temporada (ou seja, seis corridas), Stroll leva já 364 pontos, o que lhe confere a liderança isolada da classificação, seguido de dois companheiros de equipa, Günther e o neozelandês Nick Cassidy, com 296 e 216 pontos, respectivamente. Em quarto, aparece o britânico George Russell, da Hi Tech, com menos 149 pontos do que o líder, com 150 pontos por disputar. Na Fórmula 3, recorde-se, cada vitória vale 25 pontos. Para que a vitória no campeonato de pilotos fugisse à Prema, era preciso que Stroll não pontuasse nas seis corridas que faltam, que os seus dois companheiros que o perseguem não aproveitassem para o ultrapassar, e que Russell vencesse todas últimas seis corridas. O mesmo equivale a dizer que só uma hecatombe roubaria o título à escuderia resultante de uma parceria da italiana Prema com a equipa Theodore, da vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong, mas com ligações à Sociedade de Jogos de Macau (SJM).

 

Prema domina também no Campeonato Italiano de Fórmula 4

 

A parceria Prema-Theodore venceu também duas corridas e acrescentou duas pole positions à sua campanha no Campeonato Italiano de Fórmula 4, este fim-de-semana, em Vallelunga.

A equipa teve um arranque perfeito com o estónio Juri Vips e o alemão Mick Schumacher a garantirem a primeira fila da grelha de partida para as corridas 1 e 2. Mas na primeira prova, uma dupla da DR Fórmula formada pelo mexicano Raúl Guzmán e pelo russo Artem Petrov, acabaria por roubar os dois primeiros lugares, com Schumacher a acabar em terceiro. Nas restantes duas corridas, a Prema acabaria por se vingar, com duas dobradinhas: Schumacher venceu a corrida 2, com Vips em segundo, e terminou em segundo na última, atrás do outro piloto da Prema, o norte-americano Juan Correa.

A dois Grandes Prémios do fim – Imola e Monza – o campeonato é liderado pelo argentino Marcos Siebert, da escuderia suíça Jenzer, com 165 pontos. Schumacher é segundo, com 126 pontos, os mesmos do terceiro, Guzmán.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s