AAM discute exame para advogados portugueses no final do mês

 

3.AAM

A 27 de Abril, a Associação dos Advogados de Macau (AAM) reúne em Assembleia-Geral ordinária para a apresentação e aprovação de contas. Em cima da mesa estará ainda a discussão da “forma e conteúdo do exame de avaliação dos advogados portugueses que querem vir para Macau”, revelou Paulino Comandante ao PONTO FINAL. O vice-presidente do organismo explicou que, ainda que o protocolo com a Ordem dos Advogados (OA) portuguesa esteja suspenso desde 2013, os causídicos portugueses não estão impedidos de exercer no território, estando, contudo, “sujeitos a um curso de adaptação e a uma avaliação final”, o mesmo exame que cumprem os finalistas de Direito da RAEM para inscrição na AAM.

Enquanto prosseguem as negociações com a bastonária da Ordem dos Advogados  de Portugal para retomar o protocolo entrentanto interrompido, a AAM vai discutir se o exame para os causídicos portugueses deverá ter características diferentes, uma vez que estes chegam ao território com experiência profissional. Essa é, de resto, condição para exercerem  funções na RAEM: “Há uma limitação dos advogados que vêm de Portugal, qualitativa e quantitativa. Têm que ter pelo menos três anos de experiência e o número total anual fica sujeito a uma percentagem do aumento dos advogados locais”, explica Comandante. S.G.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s