Festival Internacional de Música de Macau inaugura a 4 de Outubro

O XXIX Festival Internacional de Música de Macau arranca a 4 de Outubro, com Gustav Mahler e a sua Sinfonia N˚3. A programação do festival inclui dois espectáculos de música tradicional chinesa dirigidos, no total, por cinco maestros.

O XXIX Festival Internacional de Música de Macau (FIMM) arranca no primeiro domingo de Outubro, com a Sinfonia N˚3 de Gustav Mahler, num concerto que conta com a participação da meio-soprano de renome mundial Charlotte Hellekant, que dá voz aos solos. A Orquestra de Macau, conduzida por Lü Jia, junta-se à Orquestra e Coro do Centro Nacional de Artes Performativas de Pequim (NCPA, na sigla inglesa) e ao Coro Juvenil de Macau para apresentar pela primeira vez a obra prima de Mahler no festival internacional de música de Macau. O espectáculo tem início marcado para as 20h, no Grande Auditório do Centro Cultural de Macau (CCM), após a cerimónia de abertura do evento, que terá lugar pelas 19h40.

A programação do festival inclui dois espectáculos de música tradicional chinesa dirigidos, no total, por cinco maestros. A 6 de Outubro é apresentado “Jing Qi Shen”, pela Orquestra Chinesa de Hong Kong, dirigida pelo director artístico e maestro principal do agrupamento da antiga colónia britânica, Yan Huichang. No concerto “Jing Qi Shen” a Orquestra Chinesa de Hong Kong vai executar música folclórica tradicional e também grandes obras contemporâneas.

O “Concerto Comemorativo de Xian Xinghai e Liu Tianhua”, que assinala o 70º aniversário da vitória na guerra de resistência contra a agressão japonesa”, realiza-se a 15 de Outubro. O concerto comemorativo é uma colaboração musical entre a Orquestra Chinesa de Macau, a Orquestra Chinesa do Grupo de Artes Performativas da Província de Jiangsu, a Orquestra Chinesa Zhonghua de Taiwan e o Ensemble de Música Chinesa de Sopros de Hong Kong. As orquestras das quatro regiões irão interpretar clássicos tradicionais sob a direcção de quatro maestros: Pang Ka Pang, Wang Aikang, Huang Kuang-Yu e Ho Man-Chuen. O espectáculo conta ainda com actuações da solista de pipa Wu Yuxia, do solista de erhu Chen Jun e do solista de piano Niu Niu.

Ambos espectáculos de música tradicional chinesa estão agendados para as 20h, no Grande Auditório do CCM.

Para fechar o festival, a Orquestra de Macau, sob a direcção de Lü Jia, vai associar-se ao “Coro Lírico Siciliano” e à “Lyric Opera of Chicago” para levar a cena uma produção de “Faust”, a ópera em 5 Actos de Charles Gounod – considerada uma das obras mais influentes e populares dos dias de glória da ópera francesa. O espectáculo está agendado para entre 30 de Outubro e 1 de Novembro, às 19h30, no Grande Auditório do CCM. Está previsto que o cenógrafo desta produção, Robert Perdziola, da “Lyric Opera of Chicago”, conduza o público aos bastidores da ópera.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s