Investigação nos casos de assédio sexual com melhorias na UM

O reitor da Universidade de Macau, Zhao Wei, prometeu fazer uma revisão ao mecanismo de investigação disciplinar de modo a tornar os resultados mais efectivos.

 

Após as declarações de Alexis Tam sobre os alegados casos de assédio sexual na Universidade de Macau, o reitor da Universidade de Macau, Wei Zhao, informou ontem numa nota enviada à imprensa que irá ser realizada uma revisão ao mecanismo de investigação disciplinar de modo a evitar conflitos de interesses e uma melhor eficácia no controlo dos casos de assédio sexual.

A Universidade de Macau irá ter em conta os processos realizados em outras instituições académicas internacionais consultando todos os alunos, docentes e pessoal administrativo.

A instituição académica prevê o estabelecimento de uma Comissão de Igualdade de Oportunidades no futuro que contará com a presença de um órgão especializado para tratar eventuais queixas e disputas dentro da universidade.

Ontem a associação pró-democrata, Novo Macau, apontou críticas ao Executivo pela demora na elaboração da lei sobre o assédio sexual, prometendo realizar uma consulta pública e sensibilização junto da população sobre o tema.

Já os activistas e antigos estudantes da Universidade de Macau, Jason Chao e Icy Kam, irão apresentar hoje o novo movimento cívico, Vigilantes da Universidade de Macau, que pretende “zelar pela liberdade académica e combater a alegada cultura de assédio sexual da universidade”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s