Lisboa homenageia Senna Fernandes

É uma grande homenagem e realiza-se no dia 29 em Lisboa. Vai ser um dia inteiro a falar de Senna Fernandes e dos seus livros. Vinte e três autores, de muitos pontos do mundo, estarão presentes, num dos vários projectos de Rogério Miguel Puga.

João Paulo Meneses

Realiza-se em Lisboa, no final da próxima semana, um seminário de homenagem a Henrique de Senna Fernandes. Organizado pelo investigador e autor Rogério Miguel Puga, a iniciativa vai decorrer na Casa de Macau de Lisboa e das intervenções resultará a edição de um livro.

Para Rogério Puga, o livro e o seminário pretendem “ser simultaneamente uma homenagem e um repositório representativo dos estudos inéditos e dos já realizados sobre a obra de Henrique de Senna Fernandes”.

Nesta altura estão já confirmados 23 oradores, mas a lista não está fechada. Entre os que marcarão presença na Casa de Macau estão Ana Paula Laborinho, presidente do Instituto Camões, os investigadores portugueses António Graça Abreu, Beatriz Basto Silva, Celina Veiga de Oliveira e Maria Antónia Espadinha, além de Yao Jinming. A lista tem vindo a ser actualizada dia a dia, e ontem mesmo ficou a saber-se que Miguel Senna Fernandes irá participar, tal como Rodrigo Leal de Carvalho, com o tema “O Henrique e Eu”.

Nomes conhecidos e com ligações a Macau como Vítor Serra de Almeida, António Estácio e João Botas também intervirão na sessão, assim como vários académicos: David Brookshaw (Universidade de Bristol), Gustavo Infante (da mesma Universidade), José Carlos Venâncio (Beira Interior), Joseph Abraham Levi (George Washington), Lurdes Escaleira (Politécnico de Macau), Mónica Simas (São Paulo), Michaela Graziani (Florença), Perpétua Santos Silva (Nova) e Vanessa Sérgio (Nanterre, França).

Um seminário permanente

Rogério Puga, que também intervirá no seminário de homenagem a Henrique de Senna Fernandes (pensado logo após a sua morte), está muito activo na área da investigação, sobretudo literária, ligada a Macau.

Depois da iniciativa de 29 de Outubro, arranca, passados poucos dias (mais concretamente no dia 11 de Novembro) o Seminário Permanente de Estudos sobre Macau, que Puga coordenará (sendo uma iniciativa conjunta do Centre for English, Translation and Anglo-Portuguese Studies, CETAPS, e do Centro de História de Além-Mar, CHAM, da Universidade Nova).

De acordo com Puga, este seminário “será constante e servirá para qualquer investigador que estude Macau apresentar, na data que escolher, uma palestra sobre a sua investigação. Pode ter lugar em qualquer dia do ano, e servirá para que Portugal seja cada vez mais a plataforma de investigação europeia/ocidental sobre Macau”. Ou seja, qualquer interessado de qualquer parte do mundo poderá contactar o coordenador e propor uma sessão da sua autoria do seminário.

A primeira sessão será preenchida pela professora da Universidade de São Paulo Mónica Simas, que falará sobre a poesia de Alberto Estima e a pintura de uma artista nipo-brasileira.

Uma revista e um livro

Como Rogério Miguel Puga também coordena o European Journal of Macau Studies, as intervenções neste seminário permanente poderão relacionar-se com futuros textos a publicar nessa revista. O primeiro número do EJMS será publicado em breve e já saiu a chamada para trabalhos da segunda edição.

E não ficam por aqui as iniciativas de Puga relacionadas com Macau: no dia 5 de Novembro vai ser lançado publicamente em Lisboa o livro “A Presença Inglesa e as relações Anglo-Portuguesas em Macau (1635-1793)”, que pode ser descrito como a primeira história da presença inglesa em Macau.

O livro já foi apresentado em Macau, onde o autor viveu até há um ano, mas ainda não tinha tido um lançamento formal em Portugal (decorrerá na Delegação Económica e Comercial de Macau).

Rogério Miguel Puga é doutorado em Estudos Anglo-Portugueses, investigador auxiliar do Centre for English, Translation and Anglo-Portuguese Studies (Universidade Nova de Lisboa, Universidade do Porto), e colaborador do Centro de História de Além-Mar (FCSH, Universidade Nova) e do Centro de Estudos Comparatistas (Universidade de Lisboa). Foi professor auxiliar do Departamento de História da Universidade de Macau (2007-2009), onde é investigador convidado. É também um dos dinamizadores do blogue Macaulogia: Fórum de Estudos sobre Macau.

2 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s