Skip to content

Chau Pak Kei “sem maturidade” para a I Divisão

Janeiro 20, 2014

chao pak keiJosecler sai do comando técnico do Chau Pak Kei devido a um desentendimento na “forma de pensar” da equipa da I Divisão, que acusa de “mentalidade de equipa pequena, falta de maturidade, seriedade e profissionalismo”. O treinador que fica, Inácio Hui, reafirma os objectivos estabelecidos pelo técnico brasileiro para esta época: conquistar um dos quatro primeiros lugares da Liga de Elite.

Cláudia Aranda

O treinador Inácio Hui, que desde o início de Dezembro partilhava com Josecler o comando técnico da equipa do Chau Pak Kei, vai manter-se em funções enquanto treinador principal daquela formação e está confiante que a equipa vai conquistar um dos quatro primeiros lugares na Liga de Elite. E, se possível, “obter o título”.

Inácio Hui, que acompanha a equipa desde a quarta divisão, assegurou ao PONTO FINAL que, a saída de Josecler daquela equipa da I Divisão, quando faltam apenas três semanas para o início do campeonato da I Divisão, a 8 de Fevereiro, “não vai alterar os objectivos estabelecidos pelo clube”. “Estamos a treinar três vezes por semana, temos seis jogadores estrangeiros, muito fortes, dois do Brasil, dois do Paraguai e dois angolanos”, explica Inácio Hui.

A notícia da saída de Josecler do Chau Pak kei, avançada no sábado pela Rádio Macau, foi lamentada pelo treinador principal da equipa, Inácio Hui, que afirmou ser uma pena que Josecler saia nesta altura, a poucas semanas do início do campeonato. “Não tenho a certeza se esta é a melhor decisão da parte de Josecler, claro que eu quero que ele fique, mas Josecler e o presidente do clube não têm as mesmas ideias”.

A razão da saída do antigo treinado do Ka I prende-se com um desentendimento entre Josecler e o presidente do clube, Stephen Chow, relativamente aos objectivos a atingir pela equipa. “A minha maneira de pensar e de trabalhar não tem nada a ver com a do Chau Pak kei”, explica Josecler. “Tenho um método de trabalho e um objectivo, e como o Presidente do Clube falou, eu venho de um clube grande, que era o Ka I, que estava a lutar pelo título e o Chau Pak Kei não é um clube desses, é um clube pequeno. Mas, eu não vejo isso como motivo, eu vim para o Chau Pak Kei para trabalhar para dar o meu melhor, eu quero que os jogadores assumam que têm que ter um objectivo, não vou estar a disputar um campeonato da I Divisão simplesmente para obter o sexto ou sétimo postos. Não, eu tenho é que ter objectivos, por mais que essa equipa não tenha capacidade para competir com os grandes eu tenho que dar o meu melhor, os jogadores têm que dar o seu melhor, a gente tem que almejar uma pontuação sempre o máximo possível”, afirmou Josecler. Para o técnico brasileiro é muito “difícil” trabalhar num ambiente destes com mentalidade de “’team’pequeno”. “Eu vou sempre procurar objectivos, se não tiver uma equipa realmente competitiva, jogadores que querem alguma coisa, para mim não dá”.

Técnico sem condições

A meta traçada por Josecler para elevar a qualidade técnica da equipa  passava por “trazer jogadores estrangeiros para a equipa”. “Concordo que é preciso dar oportunidade aos garotos locais, os jogadores chineses locais, desde que eles mereçam, desde que eles façam por isso, mas se a gente está vendo que os garotos não aparecem para treinar, não comparecem, e é claro que como treinador, como qualquer treinador, vai sempre cobrar para o presidente condições melhores para trabalhar”.

Foi neste ponto que o técnico e o clube discordaram. “O presidente achou que o meu método de trabalho não encaixa com os do clube, porque a minha meta é essa, quero objectivos, não quero estar ali só por estar, tenho um horário, se o treino é às nove os jogadores têm que estar presentes no campo, mais ou menos 20 minutos antes não é 20 minutos depois, então são coisas que foram acumulando que para mim não funcionam”.

Por outro lado, Josecler é da opinião que o presidente do clube não tem que interferir nas decisões do comando técnico, “se ele é o presidente do clube não tem que dar opinião sobre o que está sendo feito pelo treinador”.

O treinador é da opinião que o futebol em Macau está “muito longe de atingir um nível de trabalho com mais potencial, por causa dessa maneira de pensar: que insiste na ideia de que “o futebol em Macau é amador”, por isso, “não se deve exigir muito dos jogadores.” “O futebol assim não vai crescer, o futebol em Macau fica carente, tem que mudar essa mentalidade”.

O clube contratou Josecler no início de Dezembro de 2013 com vista a reforçar o comando técnico e melhorar o trabalho da equipa. Os objectivos do clube, que está a disputar o campeonato da I Divisão pelo segundo ano consecutivo, “era não cair, não descer de divisão”, explica Josecler. O técnico brasileiro quis acrescentar algo mais em termos de objectivos do que “a não saída de divisão”. Para isso, insistiu na contratação de jogadores estrangeiros “como Michael, Ismael, Ronaldo”.  O objectivo era “justamente fazer essa mistura, um clube como este tem condições para dar passos mais ambiciosos, só tem que encarar as coisas com mais seriedade e mais profissionalismo”.

Josecler afirma que o seu objectivo era levar a equipa a obter “um terceiro ou um quarto lugar”. “Eu ia lutar muito por isso, com certeza, mas os jogadores têm que estar em condições, têm que se dedicar, têm que trabalhar muito, isso estava faltando, falta maturidade, falta que os jogadores levem mais a sério”, o facto de estarem a jogar na I Divisão. “Quando eu vi que os objectivos não encaixavam naquilo que eu estou querendo para a equipa então vi que não havia condições para trabalhar”, conclui o treinador.

No comments yet

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 82 outros seguidores

%d bloggers like this: